Loading...

Ludmilla



 Biografia:

É nova mas, não pequena nesta indústria. A “danada” entende de música pop como ninguém e, em menos de um ano virou sucesso mundial apenas com um single.

Ludmilla, o fenómeno de “Cheguei”- que conquistou mais de 220 milhões de visualizações no Youtube-, é considerada por muitos a rainha do funk. O seu registo original marcado por vários estilos musicais, com toques de pop, funk e reggaeton, tem conquistado não só o público como  outros artistas com os quais tem cruzado trabalho, como por exemplo, Gusttavo Lima, Filipe Ret, o rapper americano Jeremih e, os artistas de expressão portuguesa: Anselmo Ralph e Virgul. 

Apostou numa carreira internacional e, em 2018, esteve nos Estados Unidos, Angola e fez uma mini tourné pela Europa, quando atuou pela primeira vez em Portugal.

Após o estrondoso "Cheguei", em 2017, e um 2018 pontuado por êxitos como “Solta a Batida”, “Jogando Sujo”, “Din Din Din”, “Não Encosta” e “Chlichê”, ao qual se sucedeu um 2019 marcado pelo lançamento do primeiro DVD da artista de Duque de Caxias (Rio de Janeiro) - Hello Mundo (do qual fazem parte os hits "A Favela Chegou" e “Invocada”) -, Ludmilla prepara agora um 2020 (ou melhor, o que resta dele) e um 2021 a todo o vapor!  

Sempre inovadora e irreverente, Ludmilla prova a cada novo lançamento que não é “Verdinha” nenhuma e que pretende estender a sua potência vocal a outros géneros musicais e a diversos palcos mundiais.